Literando

Projeto: Literando

Produção e difusão de material educativo.

Ação de extensão do projeto PRODUÇÃO DE LITERATURA INFANTO-JUVENIL ILUSTRADA PARA FINS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Coordenador:

Prof.Claudio Luiz Mangini

Colaboradores:

Profa. Máriam Trierveiler Pereira

Prof. Samuel Ronobo Soares

Descrição:

O projeto baseia-se no fato de que a leitura permite ao leitor/ouvinte entrar em contato com o mundo real ou imaginário sem ser necessário um deslocamento físico. Sua grandiosidade deve ser entendida como uma grande viagem, uma experiência única e individual. Com Monteiro Lobato, a literatura infanto-juvenil deixou de ser ditada por livros didáticos e foi pensada em algo que deveria ser estimulado na criança, de modo que ela adquirisse o hábito e o prazer pela leitura. Mesmo assim, Monteiro Lobato sempre inseriu elementos educativos em seus livros. Hoje, já se chegou a um consenso de que a literatura infantil deve englobar tanto o aspecto educativo, mas também se firma como arte. Além disso, como vivemos em uma era de tecnologia e informação, a literatura infanto-juvenil deve acompanhar essa tendência e incentivar novos cientistas a partir de textos lúdicos. Dessa maneira, a leitura pode contribuir de forma significativa numa sociedade letrada, no exercício da cidadania e no desenvolvimento intelectual.

Palavras-chave:

Comunicação. Educação Ambiental. Educação e Popularização de C&T. Ilustração.

Objetivos:

O objetivo principal desse projeto de extensão é difundir literatura ilustrada com finalidade de iniciação científica e educação ambiental.

Para tanto, os objetivos específicos são: i) produzir e publicar textos infanto-juvenis ilustrados; ii) realizar oficinas, exposições e palestras ou auxiliar em eventos literários; e iii) publicar artigos sobre as experiências.

Metodologia:

O método utilizado para a elaboração dos volumes foi principalmente a pesquisa bibliográfica, tanto com relação ao conteúdo das obras, quanto ao emprego da linguagem, texto e ilustrações. O material utilizado para as ilustrações dos livros (lápis aquarelado e papel especial) foi obtido com recursos de bolsa do próprio IFPR. Os computadores do IFPR e particulares dos próprios autores do projeto vêm sendo utilizados para a elaboração do material, para estudos e pesquisa e para a editoração. A diagramação vem sendo feita com o auxílio do software CorelDraw®, através de renovação de licença anterior adquirida pelo próprio ator do projeto, uma vez que o IFPR não possui licença do referido software e que sua aquisição depende de pregão específico não previsto.

Público-alvo

O público-alvo desse projeto são crianças e adolescentes, de 4 a 12 anos; e escolas públicas e particulares de ensino fundamental, bem como docentes desses níveis educacionais.

Produções ligadas ao projeto:

“As aventuras de Téo e Sofia”, 2. ed.

“As aventuras de Téo e Sofia”, vídeo livro em Libras

Coleção “Mãe, como faz?”:

“Mãe, como faz vidro?”

“Mãe, como faz papel?”

“Mãe, como faz metal?”

“Mãe, como faz plástico?”

“Mãe, como faz casa?”

“Mãe, como faz rua?”

“Mãe, como faz luz?”

“Mãe, como faz chuva?”

“Mãe, como faz dia e noite?”

“Educação não formal por meio de produção de literatura infantojuvenil ilustrada”

Capítulo do livro “Direitos Humanos e Educação: desafios, diálogos e práticas”:

Serviços oferecidos:

Oficinas e palestras sobre:

  • produção literária,
  • escrita criativa,
  • diagramação,
  • ilustrações.

Instituto Federal do Paraná – Campus Umuarama – Rodovia PR 323, KM 310 – Parque Industrial – Umuarama PR | CEP 87507-014

Topo