Visita Técnica ao Lago Aratimbó

No dia 22 de setembro de 2017, estudantes da Licenciatura em Ciências Biológicas acompanhados por docentes e coordenadores, fizeram um trabalho de campo no Lago Aratimbó em Umuarama – PR.

O estudo começou nas nascentes do córrego que deságua no lago, com o objetivo de uma observação e registro fotográfico da atual situação do espaço público. Observou-se que a ação antrópica tem causado a degradação do ambiente, muito resíduo disposto inadequadamente, esgoto saindo direto no corpo d’água, erosão, desmatamento e até construções na Área de Preservação Permanente (APP). Além da caminhada das nascentes até o lago, também foram realizadas filmagens e fotos aéreas.

A partir dessa observação inicial, pretende-se iniciar um diagnóstico para que se possa elaborar um grande projeto integrador, envolvendo os cursos de Ciências Biológicas, Química, Arquitetura e Urbanismo e o mestrado em Sustentabilidade, visando a recuperação do local e planejando formas de tornar o Lago Aratimbó mais frequentável e protegido pela população.

Esse trabalho depende de uma boa avaliação na bacia hidrográfica, planejamento da gestão de drenagem urbana, diversas análises físico-químicas e microbiológicas, estudo da vegetação que compõe a APP, além da educação ambiental. Portanto, é um trabalho demorado que necessita contar com apoio de engenheiros, arquitetos, biólogos, químicos, entre outros profissionais da área.

Fotos da visita: